segunda-feira, 14 de agosto de 2017

ИЩИТЕ В, РУССКОГО НАРОДА !!!

Эти грустные, грязные глаза этих сирийских девушек показывают настоящую реальность западного мира и неумолимо обвиняют нас в нашем аморальном отношении к жизни: инертном, эгоистичном, жирном и безразличномФеноменология не ограничивается только идиотизмом «пророков очевидного», как нынешняя мировая философия, и особенно бразильская, которая действует так, как будто под экватором никакое новое поколение не может иметь новых идей за пределами тысячелетних греческих мыслителей, долгожителей и сексарианцев европейских мыслителей.Нынешняя волна национальных философов, вторгшихся в средства массовой информации (начиная с 2015 года), является не чем иным, как профессорами философии, все с украшенными фразами и феноменальной культурой альманаха, защищенной от ложного впечатления, которое связано с федеральными университетами, болотом идей, в котором Мы живем, приближаясь к спешке, чтобы игнорировать, что реальность все построена для господства, будучи совершенной для угнетателей, когда в телевизионной сети снижается темная «если бы я была ими, делала бы ...», что жалко, если бы не было комичный.На данный момент западный мир, особенно двести миллионов бразильских марионеток, понятия не имеет:1- Где Сирия; На каком языке они говорят?2- Кто борется с кем;3- Кто поддерживает кого;4. Почему они бросают бомбы на беззащитных детей?5- Где ходил Исис, А. Л. Квайда и другие злые учреждения в стиле Джеймса Бонда, которые хотят доминировать над миром?6 - Почему ООН ничего не делает или имеет только паллиативы?7- Почему арабский мир рухнул?Каждая из этих проблем требует некоторой аргументации, качества, которая больше не затрагивает бразильцев, которые больше озабочены тем, кто ворует больше из общественного кошелька и кто отправится на самый роскошный домашний арест, чтобы воспользоваться материалистическим путем миллионов Reais *, как будто, в конце концов, можно было только быть счастливым, у которого более шести цифр на банковском счете, не заботясь о том, чтобы такая наличность представляла собой гибель тысяч людей без базовых услуг, которые обязаны демократическому государству.Искренне, как любая война, теперь бремя, которое его руководителям, командирам и палачам не нужно наступать на землю противника, чтобы уничтожить его, но старая максима, из которой только война пехотинцев побеждает в войне, по-прежнему действительна.Бомбардировка детей и гражданских лиц является отвратительным военным преступлением, но Путим и Трамп и несвязанный Обама не теряют ни минуты сна из-за этого. Образы детей, кровоточащие или раздавленные среди грохотов, уже стали неинтересными в средствах массовой информации, и инертная и равнодушная популяция продолжается в их жизни.Но, как логическое звено феноменологии, несомненно, что в Европу будут вторгнуться беженцы, где также старые концепции, которые теперь рассматриваются как предрассудки, отражают еще большие истины, все игнорируются:1- Иммигранты обычно являются людьми из более бедных слоев их стран происхождения;2 - Эти люди страдали на протяжении столетий подавляющим господством, которое наполняло их самыми бессвязными традициями и превращало их страны в ад, которым они являются сегодня;Несмотря на это, иммигранты НЕ ОТБЫВАЮТ свои ужасные и непоследовательные традиции, принося их тем же, кто сделал свои натальные ады таким образом, что им пришлось бежать на новое место, где они будут проживать, конечно же, западная страна с ошибочными идеями «Политически правильная», чума западного мира, которая вот-вот умрет.Самое худшее еще впереди, поскольку в течение нескольких лет беженцы будут изгнаны из Европы, попадая в страну большой толстой коровы, которая является «амбаром мира», с уже принятым законодательством, чтобы в конечном итоге дать больше Помощь беженцам. Что для самого населения, будет захвачено с невообразимыми последствиями.Короче говоря, феноменология служит, всегда с широким анализом любой ситуации, прийти к выводам, которые могут устранить ошибки и методологические, законодательные и эмпирические ошибки, но путь будет долгим, поскольку население теряет миллиарды часов в день перед телевизорами.

J'essaie de sourire .... mais l'humanité m'a échoué



Ces yeux tristes et sales de ces filles syriennes montrent la réalité actuelle du monde occidental et nous accusent de manière implacable de notre attitude amorale envers la vie: inerte, égoïste, gros et indifférent
La phénoménologie n'est pas réservée que l'idiot des «prophètes de l'évidence» en tant que philosophie mondiale actuelle et surtout brésilienne, qui agit comme si sous l'équateur aucune nouvelle génération ne pouvait avoir de nouvelles idées au-delà des penseurs millénaires, des centenaires et des sexagénaires européens.
La vague actuelle de philosophes nationaux qui ont envahi les médias (à partir de 2015) n'est rien d'autre que les professeurs de philosophie, tous avec des phrases décorées et une culture d'almanach phénoménale, protégés de la fausse impression qui, lié aux universités fédérales, un marais d'idées dans lequel Nous vivons, nous arrivons à la hâte d'ignorer que la réalité est entièrement construite pour la domination, étant parfaite pour les oppresseurs, en diminuant dans le réseau de télévision l'obscurité "si j'étais, ferait ...", ce qui est pathétique si ce n'était pas comique.
À ce stade, le monde occidental, en particulier les deux cent millions de marionnettes brésiliennes, n'a aucune idée:
1- Où est la Syrie; Quel langage parlent-ils?
2- Qui lutte contre qui;
3- Qui soutient qui;
4. Pourquoi jettent-ils des bombes sur des enfants sans défense?
5- Où est-il arrivé ISIS, AL Quaeda et d'autres institutions maléfiques dans le style James Bond, qui veulent dominer le monde?
6 - Pourquoi les Nations Unies ne font-elles rien ou n'ont-elles que des palliatives?
7- Pourquoi le monde arabe s'est effondré?
Chacune de ces questions nécessite des efforts de raisonnement, une qualité qui n'affecte plus les Brésiliens, qui s'inquiètent davantage de ceux qui tirent davantage de la bourse publique et qui se rendront à l'arrestation domiciliaire la plus luxueuse pour profiter de la voie matérialiste de millions de personnes Réels *, comme si, en fin de compte, on ne pouvait se contenter que d'avoir plus de six chiffres dans le compte bancaire, ne se souciant pas qu'une telle somme représentait la mort de milliers de personnes sans services de base obligés à un État démocratique.
Perversément comme toute guerre, il y a maintenant le fardeau que ses dirigeants, ses commandants et ses bourreaux n'ont pas besoin de marcher sur le terrain de l'ennemi pour le détruire, mais l'ancienne maxime dont seule l'infanterie gagne la guerre est toujours valable.
Bombarder des enfants et des civils est un crime de guerre abominable, mais Putim et Trump, et l'Obama inédit, ne perdent pas une minute de sommeil à cause de cela. Les images d'enfants qui saignent ou écrasent les grondements sont déjà devenues inintéressantes dans les médias et la population inerte et indifférente continue dans leur vie.
Mais en tant que lien logique de la phénoménologie, il est certain que l'Europe sera envahie par les réfugiés, où les concepts anciens, maintenant traités comme des préjugés, reflètent encore des vérités plus grandes, tous ignorés:
1- Les immigrants sont généralement des personnes des couches les plus pauvres de leur pays d'origine;
2 - Ces personnes ont subi pendant des siècles une domination accablante, qui les a remplis des traditions les plus incohérentes, et qui ont transformé leurs pays en enfer aujourd'hui;
Même ainsi, les immigrants NE DÉMONENTENT PAS leurs traditions horribles et incohérentes, les amenant de la même manière, qui ont fait leurs enfermées natales de telle sorte qu'ils doivent fuir vers le nouvel endroit où ils résideront, certainement un pays occidental avec des idées erronées de Le «politiquement correct», une peste du monde occidental sur le point de mourir.
Le pire est encore à venir, car dans quelques années, les réfugiés seront expulsés d'Europe, se retrouveront dans la terre de la grosse vache grasse qui est la «grange du monde», avec des lois déjà en place pour finir par donner plus Assistance aux réfugiés. Ce qui pour la population elle-même, sera envahi par des conséquences inimaginables.
En bref, la phénoménologie sert, toujours avec une analyse approfondie de toute situation, pour aboutir à des conclusions qui peuvent éliminer les erreurs et les erreurs méthodologiques, législatives et expérimentales, mais la voie sera longue pendant que la population perdra des milliards d'heures par jour devant les téléviseurs.

Io cerco di sorridere .... ma l'umanità mi ha fallito



Questi occhi triste e sporchi di queste ragazze siriane mostrano l'attuale realtà del mondo occidentale e implacabilmente ci accusano del nostro atteggiamento amorale verso la vita: inerti, egoisti, grassi e indifferenti
La fenomenologia non è riservata solo alla idiozia dei "profeti dell'occhio" come l'attuale filosofia mondiale e soprattutto brasiliana, che agisce come se sotto l'equatore nessuna nuova generazione avrebbe potuto avere nuove idee oltre i pensatori greci millenari, i centenari e i genitori dei genitori europei.
L'attuale ondata di filosofi nazionali che hanno invaso i media (dal 2015 in poi) non sono altro che professori di filosofia, tutti con frasi decorate e cultura almanaca fenomenale, schermati dalla falsa impressione che, legata alle università federali, una palude di idee in cui Viviamo, arrivando alla corsa a ignorare che la realtà è tutta costruita per il dominio, essendo perfetto per gli oppressori, quando diminuisce nella rete televisiva il buio "se fossero loro, faresti ...", che è patetico se non fosse comico.
A questo punto, il mondo occidentale, in particolare i duecento milioni di banane brasiliane, non ha idea:
1- dove è la Siria; Che lingua parlano?
2- chi combatte contro chi;
3- Chi supporta chi;
4. Perché lanciano bombe sui bambini indifesi?
5- Dove l'incubo è venuto ISIS, AL Quaeda e altre istituzioni male nello stile James Bond, che vogliono dominare il mondo?
6 - Perché le Nazioni Unite non fanno nulla, o hanno solo palliativi?
7- Perché il mondo arabo crollo?
Ognuna di queste questioni richiede un certo sforzo di ragionamento, una qualità che non interessa più i brasiliani, che sono più preoccupati di chi ruba di più dalla borsa pubblica e che andrà all'arresto di casa più lussuoso per approfittare del percorso materialistico di milioni di Realmente, come se, alla fine, potremmo essere felici solo di avere più di sei cifre sul conto bancario, senza preoccuparsi che tale denaro rappresenta la morte di migliaia di persone senza servizi di base obbligati ad uno stato democratico.
Perversely come qualsiasi guerra, ora è l'onere che i suoi capi, i comandanti ed i carnefici non hanno bisogno di scorrere sul terreno del nemico per distruggerlo, ma la vecchia massima di cui solo la fanteria vince la guerra è ancora valida.
Il bombardamento dei bambini e dei civili è un crimine di guerra abominevole, ma Putim e Trump, e Obama incappucciati, non perdono un minuto di sonno a causa di esso. Le immagini di bambini sanguinanti o schiacciati tra i rondini sono già diventati poco interessanti nei media e la popolazione inerte e indifferente continua nella loro vita.
Ma come un collegamento logico della fenomenologia, è certo che l'Europa sarà invasa da rifugiati, dove anche vecchi concetti, ora trattati come pregiudizi, rispecchiano anche verità maggiori, tutte ignorate:
1- Gli immigrati sono generalmente persone provenienti dagli strati più poveri dei loro paesi d'origine;
2 - Queste persone soffrivano per secoli sopraffatto dominio, che li ha riempiti con le tradizioni più incoerenti e che hanno trasformato i loro paesi nell'inferno che sono oggi;
Anche così, gli immigrati NON DISASSEMBONDANO le loro orribili e incoerenti tradizioni, portandole le stesse, che hanno fatto i loro inferni natali in modo da doversi fuggire nel nuovo luogo in cui risiedono, certamente un paese occidentale con idee erronee di La "politicamente corretta", una peste del mondo occidentale che sta per morire.
Il peggio è ancora da fare, poiché in pochi anni i rifugiati saranno espulsi dall'Europa, finendo nella terra della grande mucca grassa, che è il "fienile del mondo", con la legislazione già in atto per finire per dare più Assistenza ai rifugiati. Quella alla popolazione stessa, sarà invasa da conseguenze inimmaginabili.
Insomma, la fenomenologia serve, sempre con un'ampia analisi di ogni situazione, a giungere a conclusioni che possono eliminare gli errori e gli errori metodologici, legislativi e esperienziali, ma il percorso sarà lungo quando la popolazione perde miliardi di ore al giorno davanti ai televisori.

the sirians little girls sad eyes ...we are a failed experiment



These sad, dirty-faced eyes of these Syrian girls show the present reality of the Western world and implacably accuse us of our amoral attitude toward life: inert, selfish, fat and indifferent
Phenomenology is not reserved only the idiocy of the "prophets of the obvious" as the current world philosophy and especially Brazilian, who acts as if under the equator no new generation could have new ideas beyond millennial Greek thinkers, centenarians and sexagenarians European thinkers.
The current wave of national philosophers who have invaded the media (from 2015 onwards) are nothing more than philosophy professors , all with decorated phrases and phenomenal almanac culture, shielded from the false impression that, tied to federal universities, a swamp of ideas in which we live, arriving at the rush to ignore that reality is all built for domination, being perfect to the oppressors, when declining in television network the dark "if I were them, would do ...", which It's pathetic if it was not comical.
At this point, the Western world, especially the two hundred million Brazilian stooges, has no idea:
1- Where Syria is; What language do they speak?
2- Who is fighting against who;
3- Who supports who;
4. Why do they throw bombs on defenseless children?
5- Where the heck came ISIS, AL Quaeda and other evil institutions in the style James Bond, who want to dominate the world?
6 - Why does the UN do nothing, or only have palliatives?
7- Why did the Arab world collapse?
Each of these issues requires some reasoning effort, a quality that no longer affects Brazilians, who are more concerned with who is stealing more from the public purse and who will go to the most luxurious house arrest to take advantage of the materialistic path of millions of reais*, as if , in the end, one could only be happy who has more than six digits in the bank account, not caring that such a cash represents the deaths of thousands of people without basic services that are obliged to a democratic state.
Perversely like any war, there is now the burden that its leaders, commanders, and executioners do not need to tread on the enemy's ground to destroy it, but the old maxim of which only the Infantry wins the war is still valid.
Bombing children and civilians is an abominable war crime, but Putim and Trump, and the inedible Obama, do not waste a minute of sleep because of it. The images of children bleeding or crushed among rumbles have already become uninteresting in the media, and the inert and indifferent population continues in their lives.
But as a logical link of phenomenology, it is certain that Europe will be invaded by refugees, where also old concepts, now treated as prejudices, mirror even greater truths, all ignored:
1- Immigrants are generally people from the poorer strata of their countries of origin;
2 - These people suffered for centuries overwhelming domination, which filled them with the most incoherent traditions, and that transformed their countries into the hell they are today;
Even so, the immigrants DO NOT DISASSEMBLE their horrific and incoherent traditions, bringing them the same, who made their natal hells in such a way that they had to flee to the new place where they will reside, certainly a Western country with erroneous ideas Of the "politically correct," a Western world plague about to die.
The worst is yet to come, since within a few years the refugees will be expelled from Europe, ending up in the land of the great fat cow that is the "barn of the world", with legislation already in place to end up giving more assistance to refugees. Which to the population itself, will be invaded with unimaginable consequences.
In short, phenomenology serves, always with an extensive analysis of any situation, to arrive at conclusions that can eliminate errors and methodological, legislative and experiential mistakes, but the path will be long as the population loses billions of hours daily in front of televisions .

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

QUE LIÇOES PODEMOS TIRAR DESSES OLHINHOS TRISTES DE MENINAS SÍRIAS ?FENOMENOLOGIA EXTENSIVA



Esses olhinhos tristes e de cara suja dessas meninas sírias mostram a atual realidade do mundo ocidental e nos acusam implacavelmente de nossa amoral atitude perante a vida: inertes, egoístas, balofos e indiferentes.
À  Fenomenologia não é reservada apenas a idiotia dos `profetas do óbvio” como anda a atual filosofia mundial e especialmente brasileira, que age como se abaixo do equador nenhuma nova geração pudesse ter ideias novas além de milenares pensadores gregos, centenários e sexagenários pensadores europeus.
A atual leva de filósofos nacionais que invadiram a mídia (a partir de 2015)  são nada mais que professores de filosofia, todos com frases decoradas e fenomenal cultura de almanaque, escudados na falsa impressão de que, vinculados a universidades federais, tragam alguma luz ao pântano de ideias em que vivemos, chegando ao desplante de ignorar que a realidade é toda construída de modo à dominação, sendo perfeita aos opressores, ao declinar em rede de televisão o tenebroso “ se eu fosse eles, faria...” , o que é patético se não fosse cômico.
Nesse ponto, o mundo ocidental , principalmente os duzentos milhões de palermas brasileiros, não tem a menor ideia:
1- Onde fica a Síria; que língua falam;
2- Quem está lutando contra quem;
3- Quem apoia quem;
4- Por que jogam bombas em crianças indefesas?
5- De onde diabos surgiu o ISIS , a AL Quaeda e outras instituições malignas ao estilo James Bond, que querem dominar o mundo?
6- Por que a ONU nada faz, ou apresenta somente paliativos?
7- Por que o mundo árabe desmoronou?
         Cada questão dessas exige algum esforço de raciocínio, qualidade que não é mais afeta aos brasileiros, mais preocupados em saber quem está roubando mais do erário publico e quem vai ir para a prisão domiciliar mais luxuosa aproveitar a senda materialista de milhões de reais, como se, ao final das contas, só pudesse ser feliz quem tem mais de seis dígitos na conta bancária , não se importando que tal numerário represente a morte de milhares de pessoas sem serviços básicos que são obrigação de um estado democrático.
Perversa como toda guerra, agora existe o gravame de que seus lideres, mandantes e executores não precisam pisar o solo do inimigo para destruí-lo, mas a velha máxima de que somente a Infantaria ganha a guerra ainda é válida.
Bombardear crianças e civis é abominável crime de guerra, mas Putim e Trump, e o intragável Obama não perdem nem um minuto de sono por conta disso. As imagens de crianças sangrando ou esmagadas dentre escombors já se tornaram sem interesse na mídia, e a população inerte e indiferente continua em sua vidinha.
Mas como encadeamento lógico da fenomenologia, é certo que a Europa será invadida por refugiados, onde também velhos conceitos, atualmente tratados como preconceitos, espelham ainda maiores verdades, todas ignoradas:
1- Imigrantes geralmente são pessoas oriundas das camadas mais pobres de seus países de origem;
2- Essas pessoas sofreram por séculos esmagadora dominação, que as encheu de tradições as mais incoerentes , e que transformou seus países nos infernos que são hoje;
3- Mesmo assim , os imigrantes NÃO SE DISASSOCIAM de suas tradições horrorosas e incoerentes, trazendo as mesmas, que fizeram seus infernos natais  de tal modo que tiveram de fugir, para o novo lugar em que vão residir , certamente um pais ocidental com errôneas ideias do “politicamente correto”, uma praga mundial ocidental prestes a morrer.
         O pior ainda esta por vir, posto que dentro em poucos anos os refugiados serão expulsos da Europa  , e terminarão em terras da grande vaca gorda que é o “celeiro do mundo”, com legislação já toda própria para acabar dando maior assistência aos refugiados do que à própria população , será invadido com consequências inimagináveis.

                   Em suma, a fenomenologia serve, sempre com uma analise extensiva de qualquer situação, para se chegar a conclusões que podem afastar erros e equívocos metodológicos, legislativos e vivenciais, mas o caminho será longo enquanto a população perder bilhões de horas diariamente na frente de televisores.Esses olhinhos tristes e de cara suja dessas meninas sírias mostram a atual realidade do mundo ocidental e nos acusam implacavelmente de nossa amoral atitude perante a vida: inertes, egoístas, balofos e indiferentes.
À  Fenomenologia não é reservada apenas a idiotia dos `profetas do óbvio” como anda a atual filosofia mundial e especialmente brasileira, que age como se abaixo do equador nenhuma nova geração pudesse ter ideias novas além de milenares pensadores gregos, centenários e sexagenários pensadores europeus.
A atual leva de filósofos nacionais que invadiram a mídia (a partir de 2015)  são nada mais que professores de filosofia, todos com frases decoradas e fenomenal cultura de almanaque, escudados na falsa impressão de que, vinculados a universidades federais, tragam alguma luz ao pântano de ideias em que vivemos, chegando ao desplante de ignorar que a realidade é toda construída de modo à dominação, sendo perfeita aos opressores, ao declinar em rede de televisão o tenebroso “ se eu fosse eles, faria...” , o que é patético se não fosse cômico.
Nesse ponto, o mundo ocidental , principalmente os duzentos milhões de palermas brasileiros, não tem a menor ideia:
1- Onde fica a Síria; que língua falam;
2- Quem está lutando contra quem;
3- Quem apoia quem;
4- Por que jogam bombas em crianças indefesas?
5- De onde diabos surgiu o ISIS , a AL Quaeda e outras instituições malignas ao estilo James Bond, que querem dominar o mundo?
6- Por que a ONU nada faz, ou apresenta somente paliativos?
7- Por que o mundo árabe desmoronou?
         Cada questão dessas exige algum esforço de raciocínio, qualidade que não é mais afeta aos brasileiros, mais preocupados em saber quem está roubando mais do erário publico e quem vai ir para a prisão domiciliar mais luxuosa aproveitar a senda materialista de milhões de reais, como se, ao final das contas, só pudesse ser feliz quem tem mais de seis dígitos na conta bancária , não se importando que tal numerário represente a morte de milhares de pessoas sem serviços básicos que são obrigação de um estado democrático.
Perversa como toda guerra, agora existe o gravame de que seus lideres, mandantes e executores não precisam pisar o solo do inimigo para destruí-lo, mas a velha máxima de que somente a Infantaria ganha a guerra ainda é válida.
Bombardear crianças e civis é abominável crime de guerra, mas Putim e Trump, e o intragável Obama não perdem nem um minuto de sono por conta disso. As imagens de crianças sangrando ou esmagadas dentre escombors já se tornaram sem interesse na mídia, e a população inerte e indiferente continua em sua vidinha.
Mas como encadeamento lógico da fenomenologia, é certo que a Europa será invadida por refugiados, onde também velhos conceitos, atualmente tratados como preconceitos, espelham ainda maiores verdades, todas ignoradas:
1- Imigrantes geralmente são pessoas oriundas das camadas mais pobres de seus países de origem;
2- Essas pessoas sofreram por séculos esmagadora dominação, que as encheu de tradições as mais incoerentes , e que transformou seus países nos infernos que são hoje;
3- Mesmo assim , os imigrantes NÃO SE DISASSOCIAM de suas tradições horrorosas e incoerentes, trazendo as mesmas, que fizeram seus infernos natais  de tal modo que tiveram de fugir, para o novo lugar em que vão residir , certamente um pais ocidental com errôneas ideias do “politicamente correto”, uma praga mundial ocidental prestes a morrer.
         O pior ainda esta por vir, posto que dentro em poucos anos os refugiados serão expulsos da Europa  , e terminarão em terras da grande vaca gorda que é o “celeiro do mundo”, com legislação já toda própria para acabar dando maior assistência aos refugiados do que à própria população , será invadido com consequências inimagináveis.
                   Em suma, a fenomenologia serve, sempre com uma analise extensiva de qualquer situação, para se chegar a conclusões que podem afastar erros e equívocos metodológicos, legislativos e vivenciais, mas o caminho será longo enquanto a população perder bilhões de horas diariamente na frente de televisores.Esses olhinhos tristes e de cara suja dessas meninas sírias mostram a atual realidade do mundo ocidental e nos acusam implacavelmente de nossa amoral atitude perante a vida: inertes, egoístas, balofos e indiferentes.
À  Fenomenologia não é reservada apenas a idiotia dos `profetas do óbvio” como anda a atual filosofia mundial e especialmente brasileira, que age como se abaixo do equador nenhuma nova geração pudesse ter ideias novas além de milenares pensadores gregos, centenários e sexagenários pensadores europeus.
A atual leva de filósofos nacionais que invadiram a mídia (a partir de 2015)  são nada mais que professores de filosofia, todos com frases decoradas e fenomenal cultura de almanaque, escudados na falsa impressão de que, vinculados a universidades federais, tragam alguma luz ao pântano de ideias em que vivemos, chegando ao desplante de ignorar que a realidade é toda construída de modo à dominação, sendo perfeita aos opressores, ao declinar em rede de televisão o tenebroso “ se eu fosse eles, faria...” , o que é patético se não fosse cômico.
Nesse ponto, o mundo ocidental , principalmente os duzentos milhões de palermas brasileiros, não tem a menor ideia:
1- Onde fica a Síria; que língua falam;
2- Quem está lutando contra quem;
3- Quem apoia quem;
4- Por que jogam bombas em crianças indefesas?
5- De onde diabos surgiu o ISIS , a AL Quaeda e outras instituições malignas ao estilo James Bond, que querem dominar o mundo?
6- Por que a ONU nada faz, ou apresenta somente paliativos?
7- Por que o mundo árabe desmoronou?
         Cada questão dessas exige algum esforço de raciocínio, qualidade que não é mais afeta aos brasileiros, mais preocupados em saber quem está roubando mais do erário publico e quem vai ir para a prisão domiciliar mais luxuosa aproveitar a senda materialista de milhões de reais, como se, ao final das contas, só pudesse ser feliz quem tem mais de seis dígitos na conta bancária , não se importando que tal numerário represente a morte de milhares de pessoas sem serviços básicos que são obrigação de um estado democrático.
Perversa como toda guerra, agora existe o gravame de que seus lideres, mandantes e executores não precisam pisar o solo do inimigo para destruí-lo, mas a velha máxima de que somente a Infantaria ganha a guerra ainda é válida.
Bombardear crianças e civis é abominável crime de guerra, mas Putim e Trump, e o intragável Obama não perdem nem um minuto de sono por conta disso. As imagens de crianças sangrando ou esmagadas dentre escombors já se tornaram sem interesse na mídia, e a população inerte e indiferente continua em sua vidinha.
Mas como encadeamento lógico da fenomenologia, é certo que a Europa será invadida por refugiados, onde também velhos conceitos, atualmente tratados como preconceitos, espelham ainda maiores verdades, todas ignoradas:
1- Imigrantes geralmente são pessoas oriundas das camadas mais pobres de seus países de origem;
2- Essas pessoas sofreram por séculos esmagadora dominação, que as encheu de tradições as mais incoerentes , e que transformou seus países nos infernos que são hoje;
3- Mesmo assim , os imigrantes NÃO SE DISASSOCIAM de suas tradições horrorosas e incoerentes, trazendo as mesmas, que fizeram seus infernos natais  de tal modo que tiveram de fugir, para o novo lugar em que vão residir , certamente um pais ocidental com errôneas ideias do “politicamente correto”, uma praga mundial ocidental prestes a morrer.
         O pior ainda esta por vir, posto que dentro em poucos anos os refugiados serão expulsos da Europa  , e terminarão em terras da grande vaca gorda que é o “celeiro do mundo”, com legislação já toda própria para acabar dando maior assistência aos refugiados do que à própria população , será invadido com consequências inimagináveis.
                   Em suma, a fenomenologia serve, sempre com uma analise extensiva de qualquer situação, para se chegar a conclusões que podem afastar erros e equívocos metodológicos, legislativos e vivenciais, mas o caminho será longo enquanto a população perder bilhões de horas diariamente na frente de televisores.Esses olhinhos tristes e de cara suja dessas meninas sírias mostram a atual realidade do mundo ocidental e nos acusam implacavelmente de nossa amoral atitude perante a vida: inertes, egoístas, balofos e indiferentes.
À  Fenomenologia não é reservada apenas a idiotia dos `profetas do óbvio” como anda a atual filosofia mundial e especialmente brasileira, que age como se abaixo do equador nenhuma nova geração pudesse ter ideias novas além de milenares pensadores gregos, centenários e sexagenários pensadores europeus.
A atual leva de filósofos nacionais que invadiram a mídia (a partir de 2015)  são nada mais que professores de filosofia, todos com frases decoradas e fenomenal cultura de almanaque, escudados na falsa impressão de que, vinculados a universidades federais, tragam alguma luz ao pântano de ideias em que vivemos, chegando ao desplante de ignorar que a realidade é toda construída de modo à dominação, sendo perfeita aos opressores, ao declinar em rede de televisão o tenebroso “ se eu fosse eles, faria...” , o que é patético se não fosse cômico.
Nesse ponto, o mundo ocidental , principalmente os duzentos milhões de palermas brasileiros, não tem a menor ideia:
1- Onde fica a Síria; que língua falam;
2- Quem está lutando contra quem;
3- Quem apoia quem;
4- Por que jogam bombas em crianças indefesas?
5- De onde diabos surgiu o ISIS , a AL Quaeda e outras instituições malignas ao estilo James Bond, que querem dominar o mundo?
6- Por que a ONU nada faz, ou apresenta somente paliativos?
7- Por que o mundo árabe desmoronou?
         Cada questão dessas exige algum esforço de raciocínio, qualidade que não é mais afeta aos brasileiros, mais preocupados em saber quem está roubando mais do erário publico e quem vai ir para a prisão domiciliar mais luxuosa aproveitar a senda materialista de milhões de reais, como se, ao final das contas, só pudesse ser feliz quem tem mais de seis dígitos na conta bancária , não se importando que tal numerário represente a morte de milhares de pessoas sem serviços básicos que são obrigação de um estado democrático.
Perversa como toda guerra, agora existe o gravame de que seus lideres, mandantes e executores não precisam pisar o solo do inimigo para destruí-lo, mas a velha máxima de que somente a Infantaria ganha a guerra ainda é válida.
Bombardear crianças e civis é abominável crime de guerra, mas Putim e Trump, e o intragável Obama não perdem nem um minuto de sono por conta disso. As imagens de crianças sangrando ou esmagadas dentre escombors já se tornaram sem interesse na mídia, e a população inerte e indiferente continua em sua vidinha.
Mas como encadeamento lógico da fenomenologia, é certo que a Europa será invadida por refugiados, onde também velhos conceitos, atualmente tratados como preconceitos, espelham ainda maiores verdades, todas ignoradas:
1- Imigrantes geralmente são pessoas oriundas das camadas mais pobres de seus países de origem;
2- Essas pessoas sofreram por séculos esmagadora dominação, que as encheu de tradições as mais incoerentes , e que transformou seus países nos infernos que são hoje;
3- Mesmo assim , os imigrantes NÃO SE DISASSOCIAM de suas tradições horrorosas e incoerentes, trazendo as mesmas, que fizeram seus infernos natais  de tal modo que tiveram de fugir, para o novo lugar em que vão residir , certamente um pais ocidental com errôneas ideias do “politicamente correto”, uma praga mundial ocidental prestes a morrer.
         O pior ainda esta por vir, posto que dentro em poucos anos os refugiados serão expulsos da Europa  , e terminarão em terras da grande vaca gorda que é o “celeiro do mundo”, com legislação já toda própria para acabar dando maior assistência aos refugiados do que à própria população , será invadido com consequências inimagináveis.
                   Em suma, a fenomenologia serve, sempre com uma analise extensiva de qualquer situação, para se chegar a conclusões que podem afastar erros e equívocos metodológicos, legislativos e vivenciais, mas o caminho será longo enquanto a população perder bilhões de horas diariamente na frente de televisores.Esses olhinhos tristes e de cara suja dessas meninas sírias mostram a atual realidade do mundo ocidental e nos acusam implacavelmente de nossa amoral atitude perante a vida: inertes, egoístas, balofos e indiferentes.
À  Fenomenologia não é reservada apenas a idiotia dos `profetas do óbvio” como anda a atual filosofia mundial e especialmente brasileira, que age como se abaixo do equador nenhuma nova geração pudesse ter ideias novas além de milenares pensadores gregos, centenários e sexagenários pensadores europeus.
A atual leva de filósofos nacionais que invadiram a mídia (a partir de 2015)  são nada mais que professores de filosofia, todos com frases decoradas e fenomenal cultura de almanaque, escudados na falsa impressão de que, vinculados a universidades federais, tragam alguma luz ao pântano de ideias em que vivemos, chegando ao desplante de ignorar que a realidade é toda construída de modo à dominação, sendo perfeita aos opressores, ao declinar em rede de televisão o tenebroso “ se eu fosse eles, faria...” , o que é patético se não fosse cômico.
Nesse ponto, o mundo ocidental , principalmente os duzentos milhões de palermas brasileiros, não tem a menor ideia:
1- Onde fica a Síria; que língua falam;
2- Quem está lutando contra quem;
3- Quem apoia quem;
4- Por que jogam bombas em crianças indefesas?
5- De onde diabos surgiu o ISIS , a AL Quaeda e outras instituições malignas ao estilo James Bond, que querem dominar o mundo?
6- Por que a ONU nada faz, ou apresenta somente paliativos?
7- Por que o mundo árabe desmoronou?
         Cada questão dessas exige algum esforço de raciocínio, qualidade que não é mais afeta aos brasileiros, mais preocupados em saber quem está roubando mais do erário publico e quem vai ir para a prisão domiciliar mais luxuosa aproveitar a senda materialista de milhões de reais, como se, ao final das contas, só pudesse ser feliz quem tem mais de seis dígitos na conta bancária , não se importando que tal numerário represente a morte de milhares de pessoas sem serviços básicos que são obrigação de um estado democrático.
Perversa como toda guerra, agora existe o gravame de que seus lideres, mandantes e executores não precisam pisar o solo do inimigo para destruí-lo, mas a velha máxima de que somente a Infantaria ganha a guerra ainda é válida.
Bombardear crianças e civis é abominável crime de guerra, mas Putim e Trump, e o intragável Obama não perdem nem um minuto de sono por conta disso. As imagens de crianças sangrando ou esmagadas dentre escombors já se tornaram sem interesse na mídia, e a população inerte e indiferente continua em sua vidinha.
Mas como encadeamento lógico da fenomenologia, é certo que a Europa será invadida por refugiados, onde também velhos conceitos, atualmente tratados como preconceitos, espelham ainda maiores verdades, todas ignoradas:
1- Imigrantes geralmente são pessoas oriundas das camadas mais pobres de seus países de origem;
2- Essas pessoas sofreram por séculos esmagadora dominação, que as encheu de tradições, crendices e crenças  as mais incoerentes , e que transformou seus países nos infernos que são hoje;
3- Mesmo assim , os imigrantes NÃO SE DISASSOCIAM de suas tradições horrorosas e incoerentes, trazendo as mesmas, que fizeram seus infernos natais  de tal modo que tiveram de fugir, para o novo lugar em que vão residir , certamente um pais ocidental com errôneas ideias do “politicamente correto”, uma praga mundial ocidental prestes a morrer.
         O pior ainda esta por vir, posto que dentro em poucos anos os refugiados serão expulsos da Europa  , e terminarão em terras da grande vaca gorda que é o “celeiro do mundo”, com legislação já toda própria para acabar dando maior assistência aos refugiados do que à própria população , será invadido com consequências inimagináveis.
                   Em suma, a fenomenologia serve, sempre com uma analise extensiva de qualquer situação, para se chegar a conclusões que podem afastar erros e equívocos metodológicos, legislativos e vivenciais, mas o caminho será longo enquanto a população perder bilhões de horas diariamente na frente de televisores.